include

HIT ME HARD AND SOFT

  • 19 May 2024
  • 1 resposta
  • 100 exibições
HIT ME HARD AND SOFT
Reputação 7
Crachá +10

 

Um murro e um beijo


É impossível não imaginar Billie e seu irmão Finneas em um laboratório preparando um medicamento moderno e nós participando de um experimento como cobaias.

Em SKINNY, Billie mais uma vez relaciona sutilmente as dificuldades da fama e da imagem corporal.

LUNCH, uma das grandes apostas dos irmãos, deixa claro um gosto sexual que Billie escondeu por algum tempo ou simplesmente não estava preparada para se abrir para o mundo.

 

 

Em CHIHIRO, as batidas marcantes e bem presentes reforçam a marca “vanila” dos irmãos quando ouvimos.

 

Mas o que torna o álbum ainda mais coeso são as músicas que parecem ser duas músicas em uma. Mudar a melodia no meio da música é algo muito presente no trabalho deles.

 

Essa técnica é muito perceptível em THE GREATEST, onde Billie começa suavemente com sua voz sussurrada e no meio vem uma tempestade, a voz ganha peso, tudo caminha em direção a um ápice estrondoso, forte e poético.
Outra música que traz essa sensação de mudança repentina é L’AMOUR DE MA VIE, no minuto 3:38 a batida começa a crescer e você pensa: meu Deus, essa é outra música? Não.

 

Muitos elementos pulsantes de guitarra e baixo e às vezes a voz distorcida de Billie fazem tudo parecer tão experimental e perfeitamente executado pelos irmãos.
Com a sensação de ter levado um soco, chorar, gritar e terminar com um beijo doce “HIT ME HARD AND SOFT” não poderia ter outro nome.

 

 

Nos conte o que vc achou do álbum. 😎

 

 


1 comentário

Reputação 7
Crachá +2

Obrigado, @Fabio.Deezer, por compartilhar as particularidades deste novo álbum!

Seu artigo captura perfeitamente a genialidade experimental de Billie Eilish e Finneas, descrevendo de forma brilhante a complexidade e a inovação do trabalho deles.

Responder